JAC Motors entra na briga pelo segmento de caminhões leves

JAC Motors entra na briga pelo segmento de caminhões leves

Montadora chinesa traz o utilitário T140 para as concessionárias brasileiras ainda este mês. Modelo será incluído na categoria VUC, podendo circular nas zonas de restrição

Com investimento de R$ 4 mi, Citroën inaugura segunda concessionária na Bahia
Começa fiscalização de carga e descarga em Salvador (BA)
Quarta etapa da 23ª Gincana do Caminhoneiro acontece em Luis Eduardo Magalhães (BA)

A montadora chinesa, JAC Motors, anunciou a ampliação de sua linha de atuação no Brasil, que atualmente é focada em carros de passeio, com a entrada no segmento de caminhões, onde a marca atua tradicionalmente na China.

A empresa anunciou o lançamento de seu primeiro modelo comercial no Brasil, o T140, veículo utilitário leve que chega à rede de concessionárias da marca ainda este mês.

O modelo se encaixa na categoria Veículo Urbano de Carga (VUC), cujas configurações permitem rodar em centros metropolitanos com restrições para caminhões mais pesados. O T140 concorrerá com modelos tradicionais no mercado interno, como Ford Transit, Iveco Daily, Mercedes-Benz Sprinter e Renault Master.

O caminhão entrará para um mercado cujas projeções apontam para venda de 30 mil unidades este ano.

O modelo será equipado com motor Cummins 2.8, com 140 cv de potência e com tecnologia EGR (recirculação dos gases de escape) para atender as normas do Proconve L5. Com entre-eixos de 2,45 metros, o T140 vem com transmissão mecânica ZF 5S400 de cinco marchas, tem capacidade para 1.570 quilos de carga útil e peso bruto total (PBT) de 3,49 toneladas.

“Claro que nosso maior diferencial é o robusto motor Cummins de 140 cv de potência. Quem utiliza um caminhão como esse com carga total, sabe o esforço que o motorista precisa realizar para imprimir um desempenho satisfatório quando dispõe de pouca potência”, explica Sergio Habib, presidente da JAC Motors no Brasil.

Sem revelar preço, a JAC informa que o seu novo veículo virá com “baixo custo de manutenção, uma vez que efetuará as revisões na própria rede autorizada” e que contará com o centro de distribuição de peças, o mesmo utilizado pela rede de automóveis, que será transferido de São Paulo para Camaçari (BA), onde a JAC constrói sua fábrica de automóveis.

COMMENTS