Delta e Virgin avançam em acordo por sociedade

Companhias querem acordo para concorrer com a parceria entre a British Airways e a American Airlines nos voos entre o Reino Unido e os Estados Unidos

Empresários de Osasco (SP) conseguem redução do horário de restrição de caminhões no município
Mercedes-Benz reduz jornada e adia demissões até 2013
Hamburg Süd e UASC firmam acordo de cooperação global

A Delta Air Lines e a Virgin Atlantic se preparam para anunciar uma parceria em voos entre a capital inglesa, Londres, e os Estados Unidos, no momento em que a aérea americana negocia a compra da fatia de 49% na Virgin atualmente nas mãos da Singapore Airlines.

A Singapore e a Delta informaram que as conversas sobre a venda da participação estão avançadas e um acordo já pode ser concretizado esta semana. A Delta pretende se reunir com investidores em Nova York amanhã e deverá expor a lógica estratégica da iniciativa, incluindo a parceria transatlântica.

A Virgin é a segunda maior operadora de voos transatlânticos que partem do aeroporto londrino de Heathrow, com 19 frequências semanais entre EUA e Reino Unido, cerca de 25% do tráfego total entre os dois países. A Delta oferece só 10 voos entre os dois países.

Uma operação conjunta teria melhores condições de concorrer com a parceria entre a British Airways e a American Airlines, que operam, juntas, 50 voos entre EUA e Reino Unido.

A Virgin e a Delta se empenharão primeiramente em chegar a um acordo de compartilhamento de voos que permitiria a cada uma delas comercializar voos da outra companhia e dividir com a outra a receita gerada por essas passagens.

Mas pressupõe-se que elas pretendem chegar, finalmente, a uma parceria na linha da fechada entre American e British, incluindo definição coordenada dos preços e dos horários, bem como a partilha de custos e receitas gerados pelos voos em questão.

COMMENTS