Kuehne + Nagel planeja consolidação no setor rodoviário em 2013

Empresa quer a ampliação dos terminais logísticos de Campinas e Santos, em São Paulo, para concretizar metas de crescimento no mercado doméstico

São Paulo inicia pedágio ponto a ponto em mais um trecho
Governo cria estatal para promover trem de alta velocidade
Azul finaliza processo de devolução dos turboélices ATR 72-200

O operador logístico Kuehne + Nagel demonstrou o interesse na consolidação das operações da empresa no setor de transportes rodoviários no Brasil e anunciou que espera um crescimento expressivo em 2013.

“Os setores rodoviário e aéreo doméstico vão crescer, percentualmente, acima da média dos demais produtos da Kuehne + Nagel no Brasil”, disse Alexandre Chami, Diretor de Vendas e Marketing da empresa.

Embora não possa divulgar números locais, Chami disse que a Kuehne + Nagel vem crescendo este ano acima da média do mercado em todos os produtos e serviços que comercializa como operador logístico: transporte aéreo, marítimo, desembaraço aduaneiro, rodoviário, corretagem de seguros, armazenagem e distribuição. “Fizemos uma aquisição em 2011 (Eichenberg) e parte do nosso crescimento veio com a integração das empresas, mas também crescemos, organicamente e com novos clientes”, explicou.

Em termos de investimentos, o Diretor de Vendas e Marketing disse que a Kuehne + Nagel tem planos de consolidar a estrutura da empresa no setor rodoviário no próximo ano, ampliando os terminais rodoviários de Campinas, Santos e outros no Estado de São Paulo.

Para 2013, as principais incertezas dizem respeito ao mercado argentino, por conta dos problemas econômicos. O país é um forte parceiro comercial na exportação brasileira, especialmente de produtos manufaturados, transportados via rodoviário (principalmente), aéreo, marítimo e ferroviário.

COMMENTS