Ramos Transportes terá plano de recuperação apresentado em novembro

Ramos Transportes terá plano de recuperação apresentado em novembro

Empresa, em recuperação judicial, informa que todos os canais de relacionamento com os clientes estão disponíveis e que dificuldades no atendimento se devem à redução do quadro de funcionários e ao aumento da demanda de ligações. Empresa diz que entregará todas as cargas que estão em seu poder

Mercedes-Benz testa caminhão totalmente elétrico na Europa
Transporta Brasil faz plantão diário de transmissões ao vivo sobre o impacto da Covid-19 no transporte
Brasileiro já pagou mais de R$ 1,5 trilhão de impostos em 2015

A Ramos Transportes, empresa com mais de 70 anos de prestação de serviços no transporte de cargas com atuação nacional que se encontra em processo de recuperação judicial, informou nesta quinta (18) que, ainda no mês de novembro, apresentará os detalhes do Plano de Recuperação e, ao colocá-lo em prática, espera voltar ao nível de operação que sempre teve.

A diretoria da Ramos enviou uma nota ao Portal Transporta Brasil em que explica que não pode revelar maiores detalhes sobre a recuperação, pois precisa respeitar procedimentos legais quanto ao sigilo da estratégia de ação, até que o Plano de Recuperação Judicial seja publicado.

Segundo a nota da empresa, todas as informações ligadas à recuperação estão contidas no Plano que será apresentado à Justiça no prazo legal estabelecido. “Todas as cargas que estão em nosso poder, mesmo aquelas das filiais que foram fechadas, estão sendo entregues. Continuamos prestando informações em todo Brasil, mas reconhecemos que não estamos conseguindo manter o nível que sempre tivemos no atendimento em função do aumento significativo de ligações”, diz a nota da diretoria da Ramos.

A empresa orienta seus clientes que tenham alguma carga retida a entrar em contato por meio dos canais normais de informação. Utilize o link abaixo para consultar os telefones de cada uma das demais filiais da empresa:

http://www.ramos.srv.br/filiais.php

COMMENTS