Produtores de soja esperam “apagão logístico” por falta de caminhões

Aprosoja defende que frota de caminhões será insuficiente para escoar a safra do Centro-oeste e os armazéns não conseguirão atender à demanda por estocagem

IPVA para caminhões em SP ficará 7,7% mais barato no ano que vem
Iveco entrega Daily GNV para testes de combustíveis alternativos
MAN conquista certificação de segurança e saúde no trabalho

O presidente da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), Glauber Silveira, prevê que as deficiências logísticas na região Centro-Oeste irão se acentuar com a colheita da safra recorde de grãos no próximo ano.

Ele espera um “apagão logístico” devido à tendência de concentração da colheita, uma vez que a falta de chuvas impediu que o plantio começasse em setembro.

Na avaliação de Silveira, com o aumento de 3 a 4 milhões de toneladas na produção do Centro-Oeste a frota de caminhões será insuficiente para escoar a safra e os armazéns não conseguirão atender à demanda por estocagem. Ele prevê problemas nos portos, que não terão condições de embarcar grandes volumes em pouco tempo.

Silveira afirmou que os números relativos à intenção de plantio da safra 2012/13, divulgados na semana passada pela Conab, estão dentro das expectativas dos produtores, tanto em relação ao teto de 182,8 milhões de toneladas para a produção total de grãos como as 82,2 milhões de toneladas estimadas para a soja.

COMMENTS