Lufthansa está otimista com operações em Manaus (AM)

Com maior diversificação de produtos e demanda por transporte, a procura por serviços na região superou as expectativas da empresa

Aeroporto de Schiphol, na Holanda, sofre queda na movimentação mas ainda se mantém à frente de 2010
United Airlines convoca todos os pilotos atualmente em licença
Terminal de carga do Aeroporto de Recife registra recorde nas cargas de importação

Às vésperas de completar dois anos de operação cargueira em Manaus (AM), a Lufthansa Cargo busca ampliar a capacidade e atender a demanda que é hoje cinco vezes maior do que no início dos voos em 2010.

A rota regular feita com o cargueiro MD-11 vai de Viracopos (SP) para Manaus e segue para Quito, no Equador, Bogotá, na Colômbia, passando por Aguadilla, em Porto Rico, para depois seguir para a Alemanha e toda a Europa, Ásia e Oriente Médio.

“A importação para Manaus cresceu muito e a exportação, antes mais focada em peixes ornamentais, hoje é mais ampla, com uma diversidade maior de produtos”, disse Eduardo Faria, Especialista Regional de Planejamento e Marketing para América do Sul, Caribe e Flórida.

Além dos voos regulares, a Lufthansa Cargo oferece a possibilidade de voos fretados em situações especiais. “Hoje temos muita coisa vindo da China e da Escandinávia, por exemplo, para as empresas instaladas na Zona Franca de Manaus”, explica Faria.

COMMENTS