Iveco entra na disputa pelo mercado de ônibus na América Latina

Iveco entra na disputa pelo mercado de ônibus na América Latina

Montadora prevê linha completa para passageiros até 2017, com produção fixada na Unidade Industrial de Sete Lagoas (MG). Chassi com motor dianteiro, para aplicações urbanas e fretamento, será apresentado ainda esta semana

Projeto torna obrigatória vistoria para venda de veículos usados
Mercedes-Benz desenvolve chassi de ônibus escolar para áreas rurais
Ford Transit atinge marca de 372 unidades emplacadas em fevereiro

A Iveco Latin America anunciou oficialmente sua entrada no mercado de ônibus no Brasil e América Latina. Com uma unidade de negócios dedicada, a montadora fará a introdução gradual de modelos e será full liner nos próximos cinco anos. A Iveco já é full liner em caminhões desde março deste ano.

A empresa apresenta esta semana no Rio de Janeiro o primeiro chassi-ônibus da marca com motor dianteiro e PBT (Peso Bruto Total) de 17 toneladas. Trata-se do projeto Iveco S170, cujo início de comercialização está prevista para o segundo trimestre de 2013.

Com este ônibus, a empresa passa a atuar no segmento de veículos pesados de passageiros com motor frontal, o mais importante do mercado brasileiro e que representa 50% das vendas de ônibus no País.

O trabalho de engenharia já começou e está sendo conduzido no Centro de Desenvolvimento de Produto da Iveco em Sete Lagoas (MG). Os chassis com motor frontal serão produzidos na mesma linha de montagem dos caminhões.

Enquanto no Brasil, que representa o maior volume de vendas de ônibus, a produção será dedicada unicamente ao mercado interno, na unidade industrial da Iveco, em Córdoba, na Argentina, serão produzidos os chassis para abastecer tanto o mercado argentino como os demais países da América Latina.

De acordo com Paolo Del Noce, nomeado diretor responsável pelos negócios de ônibus no Brasil, há alguns anos a Iveco vem testando algumas dezenas de protótipos em alguns mercados regionais brasileiros, como o de Porto Alegre (RS) e Recife (PE). “As opiniões dos clientes têm sido importantes nas definições dos projetos e seguramente estamos apresentando ao mercado produtos de acordo com as necessidades dos operadores”.

Tanto a comercialização dos ônibus como os serviços de pós-venda serão prestados pela rede de concessionárias Iveco que hoje conta com 109 pontos no Brasil.

COMMENTS