Petrobras vai investir R$ 140 bilhões no abastecimento do mercado interno de combustível

Petrobras vai investir R$ 140 bilhões no abastecimento do mercado interno de combustível

Investimentos serão aplicados no aumento da capacidade de produção e distribuição de combustíveis, como diesel e gasolina, diminuindo a dependência de exportações para atender o crescimento da demanda brasileira

Petrobras terá diesel S-50 e Arla 32 em 900 postos a partir de janeiro
Conab retoma atividades de fiscalização dos estoques públicos
Diesel troca de cor em julho para evitar fraudes

A Petrobras programou investimentos de US$ 71,6 bilhões (cerca de R$ 140 bilhões) até 2016, para a modernização e expansão de seu parque de refino, visando atender o crescimento da demanda brasileira por combustíveis derivados de petróleo e reduzir a dependência estrangeira na importação destes produtos.

Ao todo, são 255 projetos em fase de implementação na área, com destaque para a Refinaria Abreu e Lima (PE) e para o primeiro trem do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), elevando a capacidade de refino da Petrobras para cerca de 400 mil barris por dia.

“Temos uma grande oportunidade que é o nosso mercado. No período 2001-2011, enquanto no Brasil a demanda gasolina subiu em torno de 40%, no mercado global o aumento foi de apenas 15%. No diesel, 29% no mercado internacional e no país 43%”, relata José Carlos Cosenza, diretor de abastecimento da estatal.

Apenas em projetos de ampliação do parque de refino já em implantação, estão previstos investimentos de US$ 24,9 bilhões (cerca de R$ 50 bilhões). A entrada em operação da Refinaria Abreu e Lima e do primeiro trem do Comperj vão permitir redução no volume de importação de diesel.

De acordo com Cosenza, as importações de diesel estão estimadas em 280 mil barris por dia em 2014, devendo cair para 100 a 120 mil barris por dia em 2016. Em relação à gasolina, a previsão é de cerca de 90 mil barris por dia tanto para 2014 quanto 2016.

COMMENTS