Motoristas alcoolizados podem ter de cumprir pena em hospitais

Pena seria preferencial no caso de condenação de prestação de serviços à comunidade. Contato com vítimas da mistura álcool/volante despertaria maior reflexão moral nos motoristas, afirma deputado

Senado deve proibir venda de bebidas alcoólicas em rodovias federais
Senado aprova regras mais rígidas para a Lei Seca
Em apenas uma semana, Detran-DF flagra 153 motoristas sob influência de álcool

Os motoristas condenados a prestação de serviços à comunidade por dirigir após consumo de álcool poderão ter de cumprir suas penas preferencialmente em hospitais de urgência ou de politraumatismo. A medida proposta pelo deputado Edivaldo Holanda Junior (PTC-MA), será estudada em caráter conclusivo na Câmara dos Deputados.

O Código de Trânsito Brasileiro já prevê a possibilidade de condenação penal de motoristas, mas não define quais são as formas preferenciais de cumprimento da pena de prestação de serviços à comunidade. A medida também vale para as pessoas que entregarem a direção de veículo a quem não estiver em condições físicas ou psicológicas de conduzi-lo.

Holanda Junior argumenta que a proposta deverá mudar os hábitos de quem costuma consumir bebidas alcoólicas antes de dirigir. “Penso que, ao se confrontarem com problemas reais resultantes da atuação irresponsável de um motorista embriagado, aqueles que agem da mesma forma possam pensar melhor, refletir sobre as desgraças que podem causar em seus semelhantes ou em si mesmos e, assim, mudem de atitude”,argumentou.

COMMENTS