DERSA faz convênio para formação de profissionais aquaviários em travessias litorâneas

Convênio de concessão de estágio profissionalizante tem duração de oito semanas e habilita profissionais para trabalhar na navegação fluvial comercial

Empresa de celulose investe R$ 54,4 mi na modernização do transporte marítimo de madeira
Golden Cargo investe R$ 4 milhões em novo centro de distribuição no Maranhão
Rolls-Royce vai fornecer propulsores para balsas na Escócia

A DERSA (Desenvolvimento Rodoviário S/A) assinou convênio com a Capitania Fluvial do Tietê-Paraná, por meio da Faculdade de Tecnologia de Jahu (Fatec-Jahu), para contribuir com a formação profissional de técnicos do setor de transporte marítimo, oferecendo vagas para complemento de atividade dos estágios dessa instituição. Os alunos vão cumprir a atividade nas Travessias Litorâneas da companhia.

A atividade nas embarcações da DERSA é parte do convênio de concessão profissionalizante que tem como objetivo estabelecer as condições à viabilização de estágio de complementação educacional, Programa de Estágio Embarcado (PREST), necessária para concluir a formação e qualificação do técnico após a conclusão das matérias teóricas dos cursos de Formação Aquaviários.

O aprendizado prático nas Travessias Litorâneas, com duração de oito semanas, exigência da Marinha do Brasil, deve ser realizado em embarcações que possuam Capitão Fluvial, Piloto, Mestre Fluvial e Condutor-Maquinista, que é uma categoria acima da formação do aluno. Após o fim desta complementação educacional (PREST) o profissional aquaviário estará apto a trabalhar a bordo de embarcações, exercendo na atividade de navegação fluvial comercial.

A DERSA disponibilizou inicialmente oito vagas para o curso de capacitação de aquaviários em todas as Travessias do Litoral Paulista.

COMMENTS