Grupo ZF planeja venda direta ao cliente com cartão BNDES

Objetivo é facilitar o financiamento de produtos e oferecer prazos prolongados e taxas abaixo de 1% ao mês. Apesar de ser comum no setor marítimo, essa forma de venda dentro do nicho de reversores marítimos é feita exclusivamente pela ZF

Minuta do edital de concessão de Aeroporto Internacional em Natal (RN) é liberada em site da ANAC
Mercedes-Benz amplia condições do BNDES Finame para o extrapesado Actros
BNDES barateia financiamentos e fica mais flexível para renegociar dívidas

A Divisão Marine do Grupo ZF estuda colocar em prática neste segundo semestre, a venda direta ao cliente com o financiamento pelo Cartão BNDES. Desde janeiro de 2011, as concessionárias do Grupo já trabalham com o sistema do banco público.

Entre janeiro de 2011 e junho de 2012, as vendas e financiamentos de reversores marítimos e peças de reposição nacionais do Grupo ZF realizadas com o Cartão BNDES somaram cerca de R$ 1 milhão. Alguns financiamentos foram negociados em 48 vezes a uma taxa de juros de 0,98% ao mês. Apesar de ser comum no setor marítimo, essa forma de venda dentro do nicho de reversores marítimos é feita exclusivamente pela ZF.

No site do Cartão BNDES (www.cartaobndes.gov.br), o comprador tem acesso a 10 produtos da Divisão Marine que podem ser financiados, entre eles os reversores e peças diversas para manutenção, como as bombas de óleo, comandos hidráulicos, conjunto de carcaça, eixo, porta-lameta de acionamento, engrenagens, flanges de saída e pinhões de acionamento.

As concessionárias ZF comprovam as operações com o cartão. “As empresas privadas de transporte de passageiros e de cargas, de offshore e de pesca buscam comprar cada vez mais pelo BNDES”, diz Antonio Neves, proprietário da Rebmar, do Rio de Janeiro (RJ).

COMMENTS