Ecovias registra recorde na formação de operações comboio no sistema Anchieta-Imigrantes em julho

Operação de apoio ao trafego em situações de visibilidade reduzida foi realizada 144 vezes em 30 dias, quase cinco vezes mais do que no mesmo período do ano passado

Mais de 1,8 mi de motoristas vão enfrentar estradas com obras na saída de SP
Iniciam obras de terraplenagem para 5ª faixa da Rodovia dos Imigrantes em São Paulo
Obras no Sistema Anchieta-Imigrantes só ficam prontas a partir de maio

A Ecovias, concessionária responsável pelo sistema Anchieta-Imigrantes, registrou no mês de julho, um recorde histórico no número de operações comboio, devido a maior incidência de neblina nos trechos de serra. A operação de apoio ao trafego em situações de visibilidade reduzida, efetuada pela polícia militar rodoviária e agentes da concessionária, foi realizada 144 vezes em 30 dias, quase cinco vezes mais do que no mesmo período do ano passado, quando foram formados 29 comboios.

O número já representa quase metade das 332 operações realizadas durante todo o primeiro semestre de 2012. O aumento se deve a maior incidência de dias com densa neblina (fenômeno meteorológico causado pela combinação das baixas temperaturas e o aumento da umidade relativa do ar). Em julho, as dez estações meteorológicas da concessionária registraram 12 dias com neblina abaixo dos 100 metros, condição em que a formação do comboio é solicitada, já em 2011, foram apenas 5 dias.

A operação comboio é realizada sempre a que a visibilidade em qualquer um dos pontos da serra fica inferior a 100 metros. Nessas situações, as praças de pedágio no km 31 da Anchieta e km 32 da Imigrantes são bloqueadas para o represamento do tráfego e a formação de grupos com cerca de 500 veículos, que são escoltados pelas viaturas até um trecho onde a visibilidade esteja melhor.

Como a neblina é um fator climático inevitável e sua incidência costuma causar receio mesmo nos motoristas mais experientes, desde junho de 2012, toda vez que a concessionária monta operação comboio, os condutores recebem nas praças de pedágio o Guia Prático para Viagens Seguras, que nessa primeira edição traz orientações sobre como dirigir em casos de baixa visibilidade.

No material, são desfeitos alguns mitos, como o uso do pisca alerta e do farol alto nessas situações, que embora alguns condutores considerem medidas eficazes, não são recomendados em situações de neblina.

Além das praças de pedágio, a cartilha está disponível para download no site (www.ecorodovias.com.br/semacidentes).

COMMENTS