Anac pode cassar autorização da Pluna

Passageiros afetados pela paralisação da companhia devem ser atendidos integralmente, segundo Anac. Multa por voo cancelado pode chegar a R$ 360 mil

ANAC autoriza início das obras de ampliação do aeroporto de Brasília (DF)
Boeing 737-400F cargueiro da Modern Logistics já está autorizado a voar para o Brasil
Infraero abrirá concorrência internacional de R$ 27 mi para instalação de equipamentos no RJ e PR

A empresa aérea uruguaia Pluna poderá ter sua autorização para operar no Brasil cassada, caso não preste a assistência devida aos passageiros afetados pela paralisação de suas operações. Segundo nota da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a companhia também poderá ser multada em até R$ 360 mil por voo cancelado.

Na última sexta-feira(06/07), a Pluna anunciou a paralisação total das atividades alegando problemas financeiros. Segundo a Anac, apesar da paralisação, a empresa deverá prestar assistência integral aos passageiros.

Os passageiros que adquiriram bilhetes da Pluna podem obter informações nos seguintes telefones: Brasil (11) 37119158, Uruguai (598) 24015000, Argentina (011) 4132 4444, Paraguai 009 800 11 0001, Chile (562) 595 2879. Para os brasileiros que estão no exterior, a Anac recomenda que procurem os consulados do Brasil.

O Governo uruguaio foi fiador da compra de sete aviões Bombardier CRJ pela companhia e informou que colocará em leilão o lote completo das aeronaves por US$ 140 milhões e o valor arrecadado será destinado ao cancelamento das dívidas da Pluna.

COMMENTS