Rastreador ajuda polícia a encontrar caminhão roubado em menos de uma hora

Veículo tinha dois equipamentos de segurança, mas só o rastreador por radiofrequência emitiu sinal

Governo quer restringir obrigatoriedade de vistorias em veículos
Comissão rejeita projeto que facilita registro de transportadoras
Prefeitura de SP afrouxa restrições e libera o VUC

Um motorista foi abordado por bandidos em um posto de gasolina de Itatiba, interior de São Paulo e teve seu caminhão Scania, avaliado em quase R$ 250 mil reais, roubado. A seguradora do veículo acionou a operadora do serviço de rastreamento apenas no dia seguinte e a partir dai, passaram apenas 50 minutos até que o caminhão fosse localizado em um galpão, no Bairro Jardim, em Santo André, na Grande São Paulo.

“Na mesma hora entramos em contato com a Polícia Civil, que invadiu o local e constatou que o caminhão já estava parcialmente desmontado. Por isso que reforçamos sempre: quanto mais cedo formos comunicados, maiores as chances do veículo ser encontrado intacto”, ressalta o diretor de Operações da Tracker, Carlos Alberto Betancur.

O caminhão estava equipado com dois dispositivos de segurança, um por GPS, de uma empresa terceira, e o Tracker Caminhão, que utiliza a tecnologia de radiofrequência. Apenas o rastreador da Tracker reportou sinal. “A radiofrequência é considerada a melhor solução para roubo e furto por dois motivos: é imune à ação de jammers ou inibidores de sinais e é a única capaz de localizar veículos em lugares fechados como túneis garagens e subsolos”, afirma Betancur.

COMMENTS