Brasil e Uruguai aprovam acordo para transporte de cargas e passageiros

Países se comprometem a adotar as medidas necessárias para facilitar e incrementar a navegação comercial entre os portos fluviais e lacustres dos dois lados da fronteira

Produção total de petróleo e gás da Petrobras foi de 2,6 milhões de barris em janeiro
IPVA Rio Grande do Sul 2014
Brasil e Peru discutem projeto de integração hidroviária

A Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul (Parlasul) aprovou ontem o acordo firmado entre Brasil e Uruguai para a implementação de sistema de transporte de cargas e passageiros na Lagoa Mirim, que fica na fronteira entre os dois países.

Pelo acordo, Brasil e Uruguai se comprometem a adotar as medidas necessárias para facilitar e incrementar a navegação comercial entre os portos fluviais e lacustres dos dois lados da fronteira.

“O acordo representa mais um passo para a integração e a dinamização da economia, visando à criação de serviços de transporte e comunicação eficientes, seguros, regulares e adequados aos requisitos atuais de comércio, desenvolvimento e proteção do meio ambiente e da saúde”, afirma o senador Paulo Paim (PT-RS), que foi o relator do acordo na representação brasileira.

Foi aprovado, também, um requerimento do deputado Dr. Rosinha (PT-PR) para a realização de audiência pública sobre a atuação no âmbito internacional da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Além do acordo com o Uruguai, os parlamentares também aprovaram a realização de um ciclo de debates sobre os efeitos da crise econômica internacional sobre o Mercosul, proposto pelo presidente da representação, senador Roberto Requião (PMDB-PR).

COMMENTS