TAP aumenta operações e fecha 2011 com lucro

Resultado positivo foi possível devido ao volume recorde de passageiros transportados, de 9,8 milhões de pessoas, expansão de 7,3% na comparação com o fluxo de 2010

Boeing converte três 767 em cargueiros para empresa americana
Webjet reduz preço da tarifa para divulgar novas rotas
Infraestrutura de transportes: o que esperar do segundo mandato de Dilma Rousseff?

A TAP divulgou ontem lucro líquido de € 3,1 milhões no ano passado. Em 2010, o resultado operacional foi de € 62,3 milhões. Por meio de comunicado, a companhia portuguesa destacou que 2011 foi o terceiro ano consecutivo de resultado positivo, apesar do aumento recorde dos custos com combustível, de € 717 milhões no ano passado, com aumento de 31,7% em relação a 2010.

O lucro de 2011 foi possível graças ao volume recorde de passageiros transportados, de 9,8 milhões de pessoas, expansão de 7,3% na comparação com o fluxo de 2010. A companhia informou redução de 0,7% em seus custos, exceto combustível, para € 1,3 bilhão.
A TAP registrou aumentos de 5,9%, na oferta, e de 8,5% na demanda, o que possibilitou uma taxa média de ocupação de suas aeronaves de 76,3%.

Entre os maiores crescimentos registrados em 2011 destacam-se os 18% a mais nas linhas que servem o continente americano, os 7,4% das linhas do Brasil e os nove por cento de aumento verificados nas rotas europeias, apesar da crise economica que afeta o Velho Continente, e que tem provocado grandes perdas na maioria das companhias aéreas.

O processo de privatização da TAP deverá ter início até o fim do primeiro semestre.

COMMENTS