Marinha americana inicia uso de diesel derivado de microalgas e cana-de-açúcar em embarcações militares

Combustível Soladiesel HRD-76® é usado em viagem regular do navio USS Ford em mistura 50/50 com diesel marítimo convencional F-76

Vale e Petrobras estudam parceria para produção de óleo de palma e biodiesel
Etanol hidratado bate recorde de vendas em maio: 1,43 bi de litros
Grupo de empresas investirá R$ 6 bilhões no transporte multimodal de etanol

A americana Solazyme, Inc., fabricante de óleos renováveis e bioprodutos, anunciou que a embarcação militar USS Ford realizou com sucesso sua primeira viagem regular com uso de diesel marítimo renovável fabricado pela companhia. Este é o primeiro emprego de biocombustível derivado de microalgas e cana-de-açúcar realizado pela Marinha americana em uma situação regular de atividade militar.

Na avaliação dos engenheiros militares, o desempenho da mistura 50/50 no sistema de combustível e nos motores foi similar ao constatado com o uso de combustível fóssil tipo F-76. “Este teste bem-sucedido é para nós um importante passo para viabilizar a comercialização dos nossos combustíveis renováveis”, afirma o brasileiro Rogério Manso, Chief Commercialization Officer da Solazyme.

A viagem entre o porto natal da embarcação em Everett, Washington, até San Diego na Califórnia, demandou 25 mil galões de combustível. Em acordo com as exigências da Marinha nenhuma alteração foi realizada no navio ou no atracadouro de abastecimento para a realização da viagem.

COMMENTS