Latam pode ser primeira latina a operar o A-380

Latam pode ser primeira latina a operar o A-380

Empresa, fruto da fusão entre TAM e LAN, poderá operar o gigante. Airbus estima que a América Latina tenha demanda para 41 modelos A380, 26 só no Brasil, nos próximos 20 anos

Emirates recebe autorização para operar superjumbo em Guarulhos (SP)
Emirates não tem planos de operar superjumbo A-380 em Guarulhos
Lufthansa coloca terceiro Airbus A-380 em operação

A Latam, fusão entre a chilena LAN Airlines e a TAM Linhas Aéreas, demonstrou interesse em operar o maior avião de passageiros do mundo, o Airbus A-380, com capacidade que varia de 525 a 853 passageiros.  A informação é do vice-presidente executivo da Airbus para a América Latina, Rafael Alonso. A América Latina é a única região do mundo onde o A380 ainda não opera.

Em nota, a Airbus acrescentou que realiza encontros com diversas companhias aéreas, mas reiterou que isso não significa necessariamente uma venda de aeronave.

A Airbus estima que a América Latina tenha demanda para 41 modelos A-380 nos próximos 20 anos. Deste total, 26 no Brasil, segundo Alonso. Considerando-se o preço de tabela de US$ 300 milhões de cada A380, a previsão da Airbus para a América Latina significaria um investimento de US$ 12,3 bilhões na região. Apenas no Brasil, seriam US$ 7,8 bilhões.

Alonso informou que a Airbus vai alcançar o “break even” do investimento de US$ 12 bilhões no desenvolvimento do A-380 em 2015. Até o momento, 19 companhias aéreas fizeram a encomenda de 253 unidades. Estão em operação 71 aviões A-380 no mundo, em sete companhias. São 21 unidades na Emirates, 16 na Singapore, 12 na Qantas, oito na Lufthansa, seis na Air France, cinco na Korean Airlines e três na China Southern.

A Emirates já demonstrou oficialmente interesse em operar o A-380 no Brasil. A companhia já recebeu autorização da Infraero para operar essa aeronave no País no fim do ano passado, mas ainda não há definição sobre esse assunto.

Também é público o interesse da Lufthansa em operar o A-380 no Brasil. A rota mais provável é São Paulo-Frankfurt.

COMMENTS