Aliança Navegação e Logística começa a operar em mais um porto na Argentina

Primeira atracagem no Porto de Zarate será realizada no sábado, 3 de março, e será feita pelo navio Aliança Maracanã

Hamburg-Süd e Aliança reformulam rotas da Europa e América do Sul
Aliança nomeia mulher como 1ª oficial náutica de porta-contêineres
Hamburg Süd transportou mais de 3 milhões de TEUs no ano passado

A partir de março, a Aliança Navegação e Logística passará a fazer escala no Porto de Zarate, na Argentina, no serviço semanal da cabotagem e Mercosul. Feitas aos sábados, a parada visa atender ao crescimento da demanda das cadeias logísticas de e para o complexo portuário. A primeira atracagem será feita no dia 3 pelo Navio Aliança Maracanã. Ao todo, a operação em Zarate contará com quatro navios.

De acordo com Gustavo Costa, gerente de Cabotagem e Mercosul da Aliança Navegação e Logística, os portos de maior movimentação de e para Zarate são Santos e Sepetiba. A partir deles, o transit time tem duração de 6 dias e 7,4 dias, respectivamente. A rotação completa englobará os portos de Zarate e Buenos Aires, na Argentina, Rio Grande (RS), Itapoá (SC), Itaguaí/Sepetiba (RJ), Vitória (ES), Salvador (BA) e Suape (PE).

“A exportação de Zarate é predominantemente do agronegócio (sementes e grãos) e insumos (resinas). Para lá, enviamos mais produtos e insumos voltados ao setor industrial que está localizado na área de influência do porto”, comenta o executivo.

COMMENTS