Ônibus Mercedes-Benz movidos a diesel de cana fazem parte da Ecofrota de São Paulo

Veículos foram entregues em dezembro e projeto prevê 460 unidades circulando na capital paulista

Governo federal decide aumentar percentual de biodiesel no óleo diesel
Governo estipula datas para testar mistura gradual de biocombustível ao diesel
Carro de passeio poderá usar biodiesel puro

A Mercedez-Benz forneceu 20 ônibus urbanos O 500 U para a Viação Santa Brígida em dezembro. Os veículos são movidos a uma mistura com diesel de cana e estão se integrando ao Programa Ecofrota da Prefeitura de São Paulo.

A compra dos chassis foi realizada após um ano de testes realizados pela Viação Santa Brígida em operações regulares nas suas linhas urbanas. Segundo a Mercedes, o cliente aprovou o desempenho e a eficácia ambiental e econômica dos ônibus movidos a diesel de cana.

“Além dos novos veículos da Viação Santa Brígida, mais de 440 ônibus Mercedes-Benz a diesel de cana, de outras empresas, entrarão em operação na cidade de São Paulo nos próximos quatro meses, ampliando a presença da marca na Ecofrota”, afirma Ricardo Silva, vice-presidente de Ônibus América Latina. “Isso comprova o êxito da nossa Companhia, que é pioneira no Brasil no desenvolvimento e nos testes com o uso do diesel de cana em ônibus e também caminhões”.

Os testos foram feitos com três veículos abastecidos com 10% de diesel de cana e 90% de diesel comercial, que já inclui 5% de biodiesel. A iniciativa envolveu a Mercedes-Benz, Amyris Brasil, Petrobras Distribuidora e SPTrans.

“Com essa experiência, mostramos ao mercado que o diesel de cana é a mais viável alternativa de combustível limpo para o nosso País, sem exigir alterações na motorização do veículo e contribuindo para o negócio dos operadores”, diz Ricardo Silva.

COMMENTS