Novo sistema de controle aéreo entra em operação em Brasília (DF)

Ferramenta é capaz de processar dados de radares integrando-os com informações de constelações de satélites possibilitando o controle do avião durante todo o voo

Digex Aircraft Maintenance fica em 1º no ranking de eficiência logística da Infraero
Aeroporto de Guarulhos (SP) recebe certificação para operar sistema de pousos inédito no Brasil
Aeroporto de Angra dos Reis (RJ) passará por processo de licitação em abril

Com investimento de aproximadamente R$ 9 milhões, começou a operar em Brasília (DF), nos últimos dias de janeiro, o Sistema Avançado de Gerenciamento de Informações de Tráfego Aéreo e Relatório de Interesse Operacional (Sagitário) no primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta I). Segundo o Ministério da Defesa, esse novo sistema melhora a segurança do tráfego aéreo nacional.

A implantação em outras unidades de controle de tráfego significa mais R$ 15 milhões em investimentos, inclusive com treinamento dos operadores. Até o final de maio deste ano, o Sagitário deve ser implantado no Cindacta IV (Manaus). Ele já opera nos Cindacta II (Curitiba) e no Cindacta III (Recife). Anteriormente, O sistema utilizado era o X-4000, que auxiliava os controladores de voo na prestação do serviço de vigilância.

De acordo com o comunicado, “a principal mudança com o Sagitário é que o sistema fica capaz de processar dados de radares integrando-os com informações de constelações de satélites, como o GPS, o que possibilita o controle da aeronave durante toda a duração do voo. Outra alteração que acontece com o novo software é a possibilidade de sobreposição de imagens meteorológicas sobre a imagem do setor controlado para identificar alterações no tempo”.

COMMENTS