Mercedes-Benz cede cavalo-mecânico para o SEST/SENAT de Campinas (SP)

Mercedes-Benz cede cavalo-mecânico para o SEST/SENAT de Campinas (SP)

Montadora entregou um modelo Axor 1933 para ser utilizado nos cursos de formação de motoristas do Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte

Mercedes-Benz faz super venda de caminhões para o setor sucroalcooleiro
Caminhões Mercedes-Benz ganham taxa CDC reduzida
Mercedes-Benz turbina serviços de telemática e rastreamento de caminhões em parceria com a Zatix

A Mercedes-Benz entregou na semana passada um caminhão modelo Axor 1933 para a unidade de Campinas (SP) do Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST/SENAT), entidade que oferece programas de treinamento para a formação de motoristas.

Segundo a montadora, o cavalo mecânico será utilizado por um período de um ano exclusivamente para as aulas práticas de condução. “Essa iniciativa contribui para um melhor aproveitamento dos ensinamentos teóricos adquiridos pelos motoristas nos cursos em sala de aula”, afirma Eustaquio Sirolli, gerente sênior de Treinamento de Vendas e Pós-Venda da Mercedes-Benz do Brasil. “Além de incrementar a qualificação da mão de obra, trazendo benefícios para um transporte de carga mais eficaz, econômico e seguro, esse programa do SEST/SENAT tem se destacado pelo aspecto social, oferecendo oportunidades de trabalho a muitos profissionais do volante”, diz o executivo.

Tradição em treinamento

A Mercedes oferece cursos de especialização para clientes desde 1982. Desde então, já treinou mais de 200 mil motoristas e monitores de clientes. Os cursos oferecidos pela Mercedes podem ser aplicados nos Centros de Treinamento da Mercedes-Benz em Campinas (SP), Porto Alegre (RS) e Recife (PE), bem como nas instalações dos clientes ou nos Centros de Treinamento Homologados, instalados junto aos concessionários da marca em Taboão da Serra (SP), Nova Iguaçu (RJ), Contagem (MG), Curitiba (PR), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Fortaleza (CE) e Belém (PA).

COMMENTS