Detran-SP inicia licenciamento eletrônico antecipado de veículos

Taxa de R$ 62,70 mais o custo de R$ 11,00 para envio pelos Correios devem ser pagos junto com a cota única ou a terceira parcela do IPVA

Leandro Totti conquista campeonato Sul-Americano de Fórmula Truck
Guia dos Transportadores esclarece novas regras do RNTRC
ANTT contabiliza mais de 900 mil emissões de RNTRC

O Detran de São Paulo já disponibiliza o licenciamento eletrônico antecipado para todos os veículos registrados no Estado, independente do final da placa. A antecipação está disponível desde 1º de janeiro e deve ser paga junto com a cota única ou a terceira parcela do Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA), recolhido pela Secretaria Estadual da Fazenda de São Paulo, de acordo com tabela de vencimentos específica da Secretaria.

Em 2012, a emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), documento de porte obrigatório, custará R$ 62,70. Os cidadãos que optarem pelo licenciamento eletrônico deverão pagar mais R$ 11,00 pela taxa de envio pelos Correios. É necessário manter os dados atualizados, pois o novo documento será entregue no endereço que consta no cadastro do usuário no Detran.SP.

Para efetuar o licenciamento eletrônico, basta dirigir-se a qualquer agência dos bancos credenciados (Banco do Brasil, Santander, Bradesco, Itaú, BMB, HSBC, Safra e Citibank) e fornecer o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) ou apresentar o CRLV do exercício 2011. O pagamento também pode ser realizado pela internet, por meio dos sites dos bancos, e nos terminais de auto-atendimento das agências bancárias.

IPVA 2012 – Desde o dia 20 de dezembro de 2011, é possível efetuar o pagamento do IPVA 2012 nas redes bancárias autorizadas. Quem optar pelo pagamento à vista recebe 3% de desconto até o vencimento. Há, ainda, a opção de pagar em três parcelas – seguindo a tabela de vencimentos da Secretaria da Fazenda, responsável pela arrecadação do imposto.
O órgão já começou a enviar aos cidadãos o Aviso de Vencimento , no qual constam os valores a serem pagos de IPVA, DPVAT (mais conhecido como seguro obrigatório) e licenciamento antecipado.

O IPVA é calculado com base no valor de mercado e no tipo de combustível do veículo. Automóveis de passeio movidos a gasolina ou do tipo “flex”, por exemplo, pagam 4% do preço médio praticado no mercado de São Paulo.
Quem deixar de quitar o IPVA dentro do prazo pagará juros de até 20%, calculados sobre o valor do imposto. Também é importante lembrar que, enquanto não quitar o débito do IPVA, o motorista não consegue licenciar o veículo.

Com informações do Detran SP

COMMENTS