Bombardier termina 2011 com 163 aviões entregues e encomenda de mais 191

Crescimento foi registrado mesmo após mudança no calendário fiscal, que compreendeu apenas os meses entre fevereiro e dezembro do ano passado

Demanda por transporte aéreo doméstico cresceu 4,19% em outubro
Boeing realiza primeiro voo-teste utilizando “diesel verde”
Empresas desenvolvem combustível para jato a base de cana-de-açúcar


A fabricante canadense de aeronaves Bombardier terminou o ano de 2011 com 163 aviões executivos entregues e 191 encomendados. No período entre fevereiro de 2010 e janeiro de 2011, foram entregues 155 – oito a mais em um ano fiscal com um mês a menos de duração. Quanto aos pedidos líquidos, a empresa recebeu 84 a mais que o período de 12 meses encerrado em janeiro de 2011.

Em 30 de novembro de 2011, a direção da empresa aprovou a mudança de seu calendário fiscal, que antes encerrava todo dia 31 de janeiro, para o dia 31 de dezembro. Desta forma, o quarto trimestre, que terminou em 31 de dezembro de 2011, teve apenas dois meses de duração e o ano fiscal de 2011 registrou apenas 11 meses de resultados.

“O ramo da aviação civil é acostumado a lidar com turbulências externas e a Bombardier tem um recorde comprovado de superação de desafios”, diz Guy C. Hachey, CEO da Bombardier Aerospace. “Com esse ambiente econômico incerto, nosso amplo segmento de aviação executiva saiu-se muito bem, como é o caso dos jatos da linha Global, para os quais pudemos constatar crescimento contínuo”, comenta.

COMMENTS