Banco Volkswagen registra crescimento de 19% em 2011

No período, a instituição fechou mais de 243 mil contratos e acumulou mais de R$ 20 bilhões em carteira, atingindo uma marca histórica

Santos Brasil teve movimentação de cargas 30,2% maior em 2010
Gol Linhas Aéreas fecha terceiro trimestre de 2010 com lucro líquido de R$ 110 milhões
Randon acumula prejuízo milionário com mercado fraco em 2015

O Banco Volkswagen, em 2011, alcançou o seu melhor desempenho em 55 anos de história. Entre janeiro e dezembro do ano passado, a empresa acumulou em carteira R$ 20,8 bilhões. Esse resultado é 19% maior que em 2010, quando somou R$ 17,4 bilhões. Somente em novos negócios, o Banco movimentou R$ 9,9 bilhões no período – 12,5% superior a 2010.

No total, foram 243.764 contratos fechados no ano passado – 6,7% a mais que em 2010, quando a empresa contabilizou 228.535 negócios fechados. “Temos muito a comemorar com 2011. Nosso volume de negócios atingiu a maior marca na história do Banco Volkswagen, conquista ainda mais importante se levarmos em conta as medidas macroprudenciais, responsáveis por uma desaceleração no mercado de crédito para automóveis”, afirma Décio C. de Almeida, presidente da instituição.

Desses negócios, 215.139 contratos correspondem ao segmento de automóveis e comerciais leves e 28.625 ao mercado de caminhões e ônibus, altas respectivas de 5,8% (203.379) e 13,7% (25.156) frente ao ano anterior. A instituição é responsável por 29,2% dos veículos do Grupo Volkswagen financiados, ante 27,3% em 2010. No segmento de caminhões e ônibus, a participação foi de 46,1% e automóveis 27,7%.

Consórcio

Em 2011, o Consórcio Nacional Volkswagen também atingiu uma marca histórica. Foram prospectadas 93.405 cotas – volume 45% maior do que o obtido em 2010, quando atingiu 64.266 cotas. Além disso, a Volkswagen Corretora de Seguros também apresentou crescimento. No período, foram realizadas 105.427 apólices, sendo que 63.634 foram de seguro de casco e 41.793 de proteção financeira – 10% a mais que em 2010.

COMMENTS