Turkish Airlines regista crescimento de 12% no número de passageiros transportados em 2011

Aumento registrado nos nove primeiros meses do ano foi possível devido à maior oferta de assentos em rotas de longas distâncias, proporcionada pela introdução de aeronaves maiores à frota

Cresce demanda por transporte aéreo doméstico, mas cai índice de oferta
Tarifas de embarque nos aeroportos sobem até 8%
Lufthansa Cargo reforça voos para o Brasil para ajudar no combate à pandemia

 

Entre os meses de janeiro e setembro de 2011, a Turkish Airlines registrou lucro operacional de 510 milhões de Liras Turcas (LT) (aproximadamente R$ 499 milhões). Como as flutuações nas taxas de câmbio experimentadas durante a primeira metade do ano continuaram no terceiro trimestre, a empresa sofreu uma perda de divisas. Como resultado, o lucro líquido do terceiro trimestre ficou em 77 milhões de LT (R$ 75,3 milhões) e para o período de nove meses houve uma perda líquida de 467 milhões de LT (R$ 456,7 milhões).

Em comparação ao mesmo período de 2010, o número de passageiros transportados pela companhia aumentou 12% no terceiro trimestre, totalizando agora 24,3 milhões de pessoas nos primeiros nove meses de 2011.

A receita de vendas da empresa do terceiro trimestre cresceu 41%, atingindo 3,6 bilhões de Liras Turcas (R$ 3,5 bilhões). A receita de vendas para os primeiros nove meses alcançou 8,5 bilhões de LT (R$ 8,3 bilhões), um aumento de 35% em relação ao mesmo período de 2010.

Como parte da estratégia de crescimento e juntamente com a introdução de aeronaves maiores à frota, a aérea foi capaz de aumentar a capacidade em rotas de longa distância. Apesar deste aumento da oferta de lugares, ambos os fatores de carga e utilização diminuíram, resultando em receitas mais baixas e influenciando negativamente a rentabilidade durante o primeiro semestre de 2011.

COMMENTS