Bombardier abre escritórios no Brasil, Cingapura e Austrália

Novas centrais de atendimento fazem parte da iniciativa da empresa de estar mais próxima dos clientes e de melhorar o seu tempo de resposta

Embraer encerra 3º trimestre com prejuízo líquido de R$ 24,3 milhões
Azul prevê crescimento de 13% na capacidade operacional
Embraer entrega jato para o ator Jackie Chan

A fabricante de aeronaves Bombardier inaugurou novos escritórios de suporte regional para jatos executivos (RSOs) em Cingapura, na Ásia, e em São Paulo (SP). Além dessas novas localidades, a companhia canadense também estabeleceu uma base em Sydney, na Austrália.  A expansão da rede faz parte da iniciativa acelerada da empresa de estar mais próxima dos clientes e de melhorar o seu tempo de resposta.

“As regiões da Ásia-Pacífico e América Latina são fundamentalmente importantes para a Bombardier. Esses RSOs reúnem a experiência e a especialização de nossos experts em suporte a produtos bem no quintal de nossos clientes. “Esses oportunos acréscimos à nossa rede geral significam que nossos clientes podem contar com o suporte local para resolver problemas, gerenciar os riscos de perto e fortalecer a relação geral com a nossa empresa e os nossos produtos”, diz Andy Nureddin, vice-presidente de atendimento e suporte ao cliente de aeronaves executivas da Bombardier.

Os novos RSOs são centrais de serviços com equipes formadas por representantes do atendimento em campo (FSRs), gerentes de conta de atendimento ao cliente (CSAMs), pilotos de comunicação com o cliente e um gerente de RSO.

COMMENTS