Randon desenvolve vagão gôndola para a MRS Logística

Produto que já está em fase de testes é voltado para o transporte de minério de ferro e aplicação em linha férrea com bitola larga

Aviões da Vasp começam a ser desmontados em Congonhas (SP)
ANAC fiscaliza seis aeroportos de São Paulo e encontra mais de 90 aeronaves irregulares
Aeroporto de Congonhas (SP) recebe novas esteiras de check-in

A fabricante de implementos Randon desenvolveu exclusivamente para a companhia ferroviária MRS Logística um novo modelo de vagão gôndola. A novidade está sendo testada na malha ferroviária do sudeste do Brasil.

O vagão GDU é voltado para o transporte de minério de ferro e aplicação em linha férrea com bitola larga (1,60 metros). O produto conta com PBTC de 150 toneladas, truque 7”x12” e dimensões 10,5 x 3,16 x 2,99m. A capacidade de carga é de 47m³.

Além disso, o GDU tem sistema de freio com uma única válvula de controle para três vagões (em composições triais), o que gera menor custo de manutenção; menor incidência de choques de tração na composição com a utilização de duas hastes de ligação (em composições triais), e também truque usinado.

A Randon estima que o mercado brasileiro alcance em 2011 a marca de 4.600 vagões envolvendo todos os fabricantes. Atualmente, a participação da empresa no mercado ferroviário é de 30% em relação à produção de vagões de carga do Brasil.

COMMENTS