PSA Peugeot Citröen cria joint venture com Changan

Nova empresa, Changan PSA AUtomobiles (CAPSA), vai produzir novos veículos para o mercado chinês e terá marca própria no futuro

Grupo Manserv dobrará área de logística para crescer 35%
Grupo Libra investe em novos equipamentos para os portos de Santos e Rio de Janeiro
Ferroeste pretende dobrar capacidade operacional

Os grupos China Changan Automobile e PSA Peugeot Citröen acabam de firmar, na China, uma joint venture para produzir 200 mil veículos por ano, a partir de 2013, no país asiático. Segundo a PSA, a cerimônia de lançamento da joit venture, que foi batizada de “Changan PSA Automobiles” (CAPSA), foi realizada em Shenzhen, na presença de Philippe Varin, Presidente Mundial do Grupo PSA Peugeot Citroën, e de Xu Liuping, Presidente do Grupo China Changan Automobile (CCAG).

A joint venture entre a PSA Peugeot Citroën e a CCAG tem um capital de 4 bilhões de Yuans (RMB), repartidos em partes iguais entre os dois acionistas. Trata-se da mais importante joint  venture criada no setor automotivo na China nos últimos anos, concluída apenas 24 meses depois do início das negociações.

A “Changan PSA Automobiles” (CAPSA) vai introduzir no mercado chinês a linha premium DS, da  Citroën, a partir da próxima primavera e também, numa fase posterior, uma marca própria da joint venture com o objetivo global de atingir uma participação de mercado de 3%.

A nova empresa vai desenvolver sua rede comercial ao mesmo tempo em que comercializará, a partir do primeiro semestre de 2012, os modelos Citroën DS4 e DS5, seguidos do DS3. Ela também vai iniciar a construção de suas fábricas de veículos e motores, assim como de um centro de Pesquisa & Desenvolvimento. A produção, que terá início em meados de 2013, será de 200.000 veículos por ano numa primeira fase, para em seguida aumentar em função da demanda do mercado chinês.

COMMENTS