KLM retoma voo entre Amsterdã, na Holanda, e Rio de Janeiro (RJ)

Trecho será operado três vezes por semana com partida do Aeroporto do Galeão

TAM Aviação Executiva traz ao Brasil novo jato intercontinental da Cessna
Demanda por voos domésticos em cai 5,47%
Transporte aéreo de órgãos para transplante será ampliado

No dia 1º de novembro, a empresa aérea holandesa KLM retomou a rota que liga o Rio de Janeiro (RJ) a Amsterdã, na Holanda. O voo inaugural chegou à capital carioca no início da noite trazendo uma comitiva liderada pelo CEO da KLM, Peter Hartman, que incluía o embaixador brasileiro na Holanda, José Artur Medeiros, o CEO do Aeroporto de Schiphol, Jos Nijhuis, além de empresários, executivos da companhia aérea, agentes de viagem e jornalistas europeus.

Batizado de “City of Rio de Janeiro”, o avião passou pelo tradicional ritual de batismo na pista: foi saudado por caminhões do corpo de bombeiros com esguichos de água, formando um arco, durante o taxiamento. Antes de estacionar, o comandante agitou as bandeiras do Brasil e da Holanda.

O trajeto foi retomado após 12 anos para atender à crescente demanda do mercado carioca. Atualmente, a companhia opera sete saídas semanas partindo do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

“O Brasil é um mercado de grande relevância nos planos da KLM, tanto por seu desenvolvimento socioeconômico, quanto por seu potencial para o turista europeu. Ao incluir o Rio de Janeiro como o nono destino da companhia na América Latina, temos a intenção de fortalecer ainda mais nossa presença regionalmente, e estamos em plena expansão”, explica Hartman.

Serão três voos diretos por semana (KL705), com saídas do Aeroporto de Schiphol, na Holanda, às terças, quintas e sábados às 10h40. Eles têm chegada prevista no mesmo dia, às 19h30, no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim – Galeão. O voo de retorno (KL706) parte do Rio de Janeiro às terças, quintas e sábados às 21h40, e chegam na capital holandesa no dia seguinte, às 11h55 – horários locais. O trajeto é feito em aviões Boeing 777-200ER com capacidade para 318 passageiros – 35 na classe executiva e 283 na classe econômica.

COMMENTS