Depois de adquirir a Eichenberg, Kuehne+Nagel anuncia estratégia

Intenção da KN de ampliar o serviço ponta a ponta foi divulgada durante um encontro realizado na cidade de Porto Alegre (RS)

Suíça Kuehne + Nagel compra operador logístico brasileiro Eichenberg
Randon Consórcios firma parceria com DAF
Marcopolo compra 75% da australiana Volgren

A Kuehne+Nagel acaba de anunciar aos seus clientes e fornecedores a estratégia que utilizará a partir da integração da empresa Eichenberg ao grupo KN, feita no mês de julho. O pronunciamento foi realizado durante um encontro na cidade de Porto Alegre (RS).

“Precisávamos de uma solução completa para o Mercosul, de modo a fazer a logística ponta a ponta, e houve uma identificação imediata da Kuehne+Nagel com a Eichenberg, pois os perfis são semelhantes”, disse Alexander Scheld durante a solenidade de abertura. De acrordo com o executivo, a intenção da companhia com a junção das duas empresas é agregar valor à cadeia de suprimentos e oferecer maior competitividade aos clientes.

Michael Jacob, presidente da Kuehne+Nagel Brasil, afirmou, durante o evento, que a KN pretende ampliar a sua atuação no País, destacando o potencial de estados como Amazonas, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. “Queremos estar em todo o Brasil e usar todos os recursos logísticos, especialmente a expertise da Eichenberg no transporte rodoviário para trazer um serviço melhor para o mercado”, disse.

O grupo, presente em mais de 100 países com cerca de 900 escritórios, conta com mais de 60 mil funcionários. No Brasil, a Kuehne + Nagel tem 2 mil colaboradores e 29 escritórios espalhados por todo o território nacional.

COMMENTS