Fazenda reduz taxa da gasolina, mas preço final não sofrerá redução

Medida foi tomada para compensar pressão que poderia resultar na alteração do percentual de etanol na gasolina

Fim definitivo da Cide sobre combustível de aviação avança na Câmara
Fecombustíveis espera que distribuidoras repassem redução da CIDE
Sai decreto que reduz alíquota da Cide sobre a gasolina até 30 de abril

O valor da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre a gasolina foi reduzido pelo governo. O objetivo, segundo o Ministério da Fazenda, é compensar a leve pressão sobre o preço do combustível que poderia resultar na mudança do percentual de álcool na gasolina.

A redução do valor da Cide foi de apenas R$ 0,04 – passou de R$ 0,23 para R$ 0,19 por litro. Essa nova alíquota representa uma queda de 16,2%. Tal medida foi tomada para que o preço do combustível permaneça inalterado e não há expectativas de queda do mesmo a partir do decreto, publicado na terça-feira (27) no Diário Oficial da União. 

Importante lembrar que, em 31 de agosto, uma portaria do Ministério da Agricultura determinou a redução da mistura de etanol anidro na gasolina A (pura). Em vez de 25%, a partir de 1º de outubro, a solução receberá apenas 20% de álcool.

COMMENTS