Obras na ponte da BR-267 que liga SP a MT devem ser concluídas em dezembro de 2012

Tráfego na ponte Maurício Joppert está limitado a meia pista; previsão é de que redução de mobilidade seja mantida até julho do ano que vem

Duplicação da BR-116 poderá ser liberada ainda este ano
DNIT passa a informar andamento de obras pela internet
Quatro estados têm rodovias interditadas por causa de estragos causados pela chuva

A restauração da ponte sobre o rio Paraná, na rodovia BR-267 (divisa entre os Estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo), deve ser concluída em dezembro do próximo ano. A obra, que conta com prazo contratual de 720 dias, receberá ao todo cerca de R$ 24 milhões do Governo Federal.

“Mesmo com o tráfego limitado a meia pista, controlado por sistema pare/siga desde março, o fluxo de veículos está normal”, diz o engenheiro Milton Rocha Marinho, chefe da Unidade Local do DNIT em Três Lagoas (MS).

A previsão é que a situação de limitação de tráfego seja mantida até o mês de julho do ano que vem, sem a necessidade de interdição total no tráfego de veículos.

A ponte Maurício Joppert, de 2.550 metros de extensão, está passando por trabalhos de restauração da superestrutura (tabuleiro e pavimento), mesoestrutura (pilares) e infraestrutura (tubulões). A obra de arte começa no km zero da rodovia federal BR-267, na junção com a estadual SP-270. Por ela passam em média quatro mil veículos por dia.

COMMENTS