Anef divulga balanço semestral de números relativos a créditos para aquisição de veículos

Saldo total do período fechou em R$ 194,9 bilhões; quantia resultou crescimento de 4,8% no ano

Crédito para financiamento de veículos termina 2011 em mais de R$ 200 bi
Aprovação de financiamento de caminhão em quatro horas?
Produção de motos deve registrar queda de 15% em 2012

De acordo com o balanço semestral da Anef (Associação Nacional das Empresas Financeiras e dos Bancos das Montadoras) o saldo total de crédito para aquisição de automóveis fechou o primeiro semestre de 2011 em R$ 194,9 bilhões. Tal quantia resultou em um crescimento de 4,8% no ano, enquanto o Total de credito do Sistema Financeiro Nacional cresceu 7,5% no mesmo período.

Este panorama de baixo crescimento é provocado pelas medidas macroprudenciais do Banco Central, e deve permanecer até o fim de 2011.

“A Anef, no entanto, mantém a expectativa de aumento de 10% da carteira de financiamento em 2011”, afirma Décio Carbonari de Almeida, presidente da Anef.  “Vale ressaltar também o aumento das vendas a frotistas pelas Montadoras, em boa parte pagas à vista, o que também contribuiu para a redução da participação relativa do CDC e Leasing nas vendas totais”, completa.

O saldo da inadimplência no CDC de Veículos para Pessoa Física acima de 90 dias apresentou aumento de 3,6% em maio para 3,8% em junho. Mas os números da inadimplência acima de 30 dias estiveram estáveis nos últimos três meses, o que, segundo a Associação, deverá refletir positivamente, em curto prazo, no índice acima de 90 dias.

A taxa de juros e os planos médios também tiveram relativa estabilidade nos últimos meses. Nos novos contratos, os planos de financiamento fecharam com a média de 43 meses, sendo que o prazo máximo oferecido permaneceu em 60 meses neste semestre.

COMMENTS