Impostômetro atinge marca de R$ 800 bilhões nesta sexta

Até o final do ano, serão arrecadados R$ 1,4 trilhão em impostos, R$ 200 bilhões a mais do que no ano passado

Arrecadação de impostos chega a R$ 700 bilhões e bate novo recorde
RTE Rodonaves arrecada mais de 300 toneladas de donativos
Multas para caminhões são as que mais crescem em São Paulo

O impostômetro atingirá a marca de R$ 800 bilhões de impostos arrecadado com 31 dias de antecedência em relação ao ano passado, no dia 22 de julho. Em 2010, esta cifra foi alcançada no dia 22 de agosto. Em 2009, no dia 8 de outubro e, em 2008, no dia 7 de outubro.

Até o final do ano, estima-se que será arrecadado R$1,4 trilhão em impostos, cerca de R$ 200 bilhões a mais do que em 2010.

“Em tudo o que fazemos, desde o momento em que acordamos, estamos pagando impostos. O sistema tributário brasileiro está excessivamente moldado para tributar o consumo. Nos países desenvolvidos, ocorre o inverso, tributa-se menos o consumo e mais a renda e o patrimônio”, afirma Gilberto Luiz do Amaral, o coordenador de estudos do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário), órgão que criou a ferramenta.

COMMENTS