Grupo MAN comemora sucesso no segmento de veículos comerciais

Entrada de pedidos subiu 26% no período, o que representa 4,4 bilhões de euros; receita da MAN Latin America ampliou em 20%

Novos modelos Scania ganham o título de Melhor Caminhão do Ano na Europa
Setor automotivo registra queda de 15,04% no 1º trimestre do ano
Mercedes-Benz anuncia crescimento de 73% nas vendas de caminhões pesados

Impulsionada pela área de veículos comerciais, o Grupo MAN registrou no primeiro trimestre de 2011 um aumento de 26% na entrada de pedidos, o que significa 4,4 bilhões de euros.

Com 3,7 bilhões de euros, a receita do Grupo no período de janeiro a março deste ano foi 19% maior do que no trimestre em 2010. O negócio de veículos comerciais na Europa cresceu 35%, para 2,0 bilhões de euros. E as vendas unitárias de caminhões obteve acréscimo de 91%. Já a MAN Latin America ampliou sua receita em 20%, o que significa 0,9 bilhão de euros.

No primeiro trimestre, a empresa alcançou 325 milhões de euros em seu lucro operacional. Segundo Georg Pachta-Reyhofen, CEO da MAN SE, esse alto número foi conquistado principalmente pela área de negócios de Veículos Comerciais, que contribuiu com 196 milhões de euros.

“Isso reflete o aumento acentuado na utilização de capacidade na MAN Truck & Bus e os continuados altos lucros gerados pela MAN Latin America. A área de negócios de Engenharia de Energia fez mais uma contribuição significativa ao lucro de 122 milhões de euros, tendo registrado um forte retorno sobre vendas de 13,3%. O retorno sobre vendas para o Grupo MAN como um todo cresceu de 4,1% no trimestre do ano anterior para 8,7%”, afirma o executivo.

Para este ano, a MAN prevê um crescimento de receita de 7 a 10%, e também estima que retorno sobre vendas aumentará em pelo menos 1 ponto percentual de ano para ano.

Reyhofen ainda declara que para este ano, no Brasil, a capacidade fabril subirá de 72.000 para cerca de 82.000 veículos, alavancando o potencial de mercado como a líder da indústria.

“E também construiremos uma nova fábrica de caminhões em São Petersburgo na Rússia. Esta instalação local de produção permitirá que a MAN possa se beneficiar do forte crescimento da indústria. Juntamente com nossa parceira chinesa Sinotruk, desenvolveremos caminhões pesados customizados para as economias emergentes na Ásia e África com a nova marca SITRAK até o final do ano”, completa.

COMMENTS