Fábrica da Ford em São Bernardo do Campo (SP) completa uma década de atividades

Fábrica da Ford em São Bernardo do Campo (SP) completa uma década de atividades

Montadora foi a primeira a fabricar caminhões no Brasil, iniciando suas atividades em São Paulo no ano de 1957. Lançamento da linha Cargo 2012 marca as comemorações da data histórica

Finalistas do “Melhor Motorista de Caminhão do Brasil 2010” recebem treinamento da Scania
Jamef transporta doações feitas à Campanha do Agasalho em SP
GCM de São Paulo multa caminhões em mais de R$ 1 milhão por crime ambiental

A Ford Caminhões do Brasil está comemorando 10 anos de sua fábrica na cidade de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Primeira montadora a fabricar caminhões no Brasil, com início de atividades em 1957, a empresa norte-americana coleciona fatos de pioneirismo na indústria automobilística, figurando como a inventora da linha de montagem e a primeira a utilizar diversas tecnologias na fabricação de carros e caminhões em todo o planeta.

As comemorações do aniversário da planta paulista ocorreram esta semana em São Bernardo com a presença do governador Geraldo Alckmin e de toda a alta diretoria da montadora. Segundo a Ford, a data é marcada pelo momento especial do início da produção da nova linha Cargo 2012, que demandou investimentos de R$ 670 milhões, com início em 2007 e previsão de término em 2013.

Inaugurada em 2001, a fábrica de caminhões da Ford em São Bernardo do Campo é responsável pela produção de toda a linha Cargo e também da série F de caminhões e picapes, atendendo a todo o mercado brasileiro, argentino, chileno e venezuelano.

Nestes dez anos de operações, a planta coleciona recordes, com sua produção passando de cerca de 22 mil veículos no início para mais de 47 mil unidades fabricadas por ano. Na fábrica, a Ford conta com mais de 1.000 empregados que fabricam uma média de 22 caminhões por hora, um caminhão a cada 2 minutos e 40 segundos.

“Estamos investindo na área de Caminhões e o Programa Pró-Veículos, criado pelo governador Geraldo Alckmin, fortaleceu as bases para a nossa competitividade no setor. A nossa perspectiva é crescer em volume e na oferta de produtos para alcançar uma presença ainda mais forte nesse mercado”, diz Marcos de Oliveira, presidente da Ford do Brasil e Mercosul.

COMMENTS