Randon desenvolve dois vagões para cliente MRS Logística

Modelos PQT e PET passam por testes na malha ferroviária da Região Sudeste

Concessionária Rota das Bandeiras instala 73 câmeras nas cinco rodovias em que opera
Iveco expande participação na Colômbia
Brado inicia operação de escoamento do açúcar de Araraquara (SP) para o Porto de Santos

A Randon, fabricante de implementos rodoviários e ferroviários, desenvolveu dois novos modelos de vagões para a MRS Logística. Entregues à empresa em janeiro, os chamados PQT e PET agora passam por testes na malha ferroviária do Sudeste do País.

Voltado para o transporte de bobinas e chapas e aplicação em ferrovia com bitola larga (1,60m), o novo vagão plataforma PQT conta com 130 toneladas de PBTC (Peso Bruto Total Combinado), truque 6.1/2”x9” e dimensões 16,2×3,2×2,39m.

Já o PET foi desenvolvido para o transporte de container 2×20’ ou 1×40’ e carga geral em ferrovia, também com bitola larga. Conta com PBTC de 130 toneladas, truque 6.1/2”x9” e dimensões 15×3,2×1,8m.

“O resultado final são produtos leves e resistentes, fáceis de operar e com baixos custos de manutenção”, diz Celso Santa Catarina, diretor da empresa.

Com isso, a Randon consolida sua participação no mercado ferroviário, contando com participação representada em cerca de 30% da produção de vagões de carga do Brasil. A empresa já atua há sete anos no segmento.

COMMENTS