Randon desenvolve dois vagões para cliente MRS Logística

Modelos PQT e PET passam por testes na malha ferroviária da Região Sudeste

FedEx assina acordo para adquirir o Rapidão Cometa
Randon lança implemento na Costa Rica
Marcopolo escapa de multa milionária

A Randon, fabricante de implementos rodoviários e ferroviários, desenvolveu dois novos modelos de vagões para a MRS Logística. Entregues à empresa em janeiro, os chamados PQT e PET agora passam por testes na malha ferroviária do Sudeste do País.

Voltado para o transporte de bobinas e chapas e aplicação em ferrovia com bitola larga (1,60m), o novo vagão plataforma PQT conta com 130 toneladas de PBTC (Peso Bruto Total Combinado), truque 6.1/2”x9” e dimensões 16,2×3,2×2,39m.

Já o PET foi desenvolvido para o transporte de container 2×20’ ou 1×40’ e carga geral em ferrovia, também com bitola larga. Conta com PBTC de 130 toneladas, truque 6.1/2”x9” e dimensões 15×3,2×1,8m.

“O resultado final são produtos leves e resistentes, fáceis de operar e com baixos custos de manutenção”, diz Celso Santa Catarina, diretor da empresa.

Com isso, a Randon consolida sua participação no mercado ferroviário, contando com participação representada em cerca de 30% da produção de vagões de carga do Brasil. A empresa já atua há sete anos no segmento.

COMMENTS