MAN e Sinotruk criam nova marca de caminhões: a Sitrak

Nova empresa atenderá mercados em crescimento na Ásia, Oriente Médio, África e a Comunidade de Estados Independentes (CEI); veículos serão comercializados com o nome chinês Shandeka, no seu mercado doméstico da China

Balanças flagraram mais de 675 mil veículos acima do peso em 2010
JSL estabelece critérios socioambientais para homologação de fornecedores
Financiamento de pesados novos tem alta de 37,7%

Em um evento realizado em Shanghai, na China, o presidente do Conselho de Supervisão da Sinotruk, e Dr. Georg Pachta-Reyhofen, CEO da MAN SE, apresentaram uma nova marca de caminhões, com intuito de ampliar a participação em mercados em crescimento na Ásia, Oriente Médio, África e a Comunidade de Estados Independentes (CEI).

A Sitrak, como será conhecida mundialmente, contará nome diferente apenas no mercado chinês, onde será nomeada como Shandeka.

Enquanto na China, as vendas serão exclusivamente através da Sinotruk, os mercados de exportação serão servidos pelas atuais redes de vendas da MAN e da Sinotruk.

A MAN também participará das vendas na China em razão de sua participação direta na Sinotruk. Com isso, as empresas esperam que as vendas anuais cheguem a 200.000 caminhões até 2018, sendo 160.000 para o mercado chinês.

Primeiro veículo

O primeiro produto da nova marca, o Sitrak T7H, já foi apresentado durante uma feira comercial de Shanghai. O caminhão pesado combina os componentes da Sinotruk e a tecnologia da MAN. A produção do T7H deve iniciar em dezembro de 2011, em Jinan, na China.

COMMENTS