FCA amplia capacidade de carregamento do Terminal de Pirapora com “Pera Ferroviária”

Projeto conhecido como reverse loop (retorno) eliminará a necessidade de manobras para embarque de carga no pátio

FCA conclui pera ferroviária do Terminal Intermodal de Pirapora
LLX Logística e FCA estudam implementar ferrovia entre o Superporto do Açu e Nova Iguaçu (RJ)
Segurança nas ferrovias também é foco da Semana Nacional do Trânsito

A FCA (Ferrovia Centro-Atlântica) ampliará sua capacidade de carregamento de grãos do Terminal Intermodal de Pirapora (MG) com um projeto conhecido como reverse loop (retorno), que elimina a necessidade de manobras para embarque de carga no pátio. Denominada “Pera Ferroviária”, a nova estrutura deve ficar pronta em maio.

Na nova obra, o trem entrará de frente no trecho. Após percorrê-lo, já se encontra pronto para seguir viagem no sentido contrário. Com isso, não há a necessidade de manobras de locomotivas e vagões.

A linha contará com 3,4 quilômetros de extensão e investimentos da ordem de R$ 9 milhões. A nova estrutura vai permitir a redução do tempo de permanência dos vagões vazios no pátio de mais de 30 horas para menos de seis horas.

A ferrovia também recebeu investimentos para ampliar a produtividade do escoamento das cargas embarcadas no Terminal de Pirapora. Até o final de 2011 terão sido investidos mais de R$ 12 milhões no empreendimento.

Este ano devem ser escoados, a partir do Terminal aproximadamente 650 mil toneladas de grãos, com destino ao Porto de Tubarão, em Vitória (ES). No ano passado, mais de 500 mil toneladas foram embarcadas na linha férrea.

COMMENTS