ANTAQ divulga números de movimentação do transporte aquaviário

Foram transportados 95,9 milhões de toneladas de cargas no período do ano passado

Porto Chibatão (AM) investe em ampliação de píer e pátios de armazenamento
Porto do Pecém (CE) recebe novo navio de cabotagem da Aliança
Maestra opera nova rota no Porto de Fortaleza (CE)

De acordo com Anuário Estatístico Aquaviário da ANTAQ (Agência Nacional de transportes Aquaviários), 95,9 milhões de toneladas de cargas foram movimentadas pelas vias interiores do País no ano passado.

Do total, 52,2 milhões de toneladas foram transportados pela navegação de longo curso. Já a cabotagem é representada com 22,3 milhões de toneladas, e a navegação interior com 21,4 milhões de toneladas.

Com 44,3 milhões de toneladas, a Região Hidrográfica Amazônica foi a que mais transportou cargas. Em segundo lugar, a Região Hidrográfica do Tocantins-Araguaia, movimentou 34,9 milhões de toneladas. Já em terceiro lugar ficou a Região Hidrográfica Atlântico Sul, que transportou 23,6 milhões de toneladas.

O produto mais transportado na navegação interior em 2010 foi a soja, com 4,1 milhões de toneladas de representatividade, seguido do minério de ferro, com 3,8 milhões de toneladas.

Ainda de acordo com o estudo, 154 empresas autorizadas pela ANTAQ atuam nos transportes longitudinal de cargas, longitudinal de passageiros e misto e no de travessia.

A frota da navegação interior conta com 1.549 embarcações nacionais, sendo que 1.308 embarcações operam no longitudinal de carga (84,5%); 199 (12,8%) prestam serviço no transporte de travessia; e 42 (2,7%) operam no longitudinal de passageiros e misto.

A média de idade das embarcações é de 16 anos para as que operam no transporte longitudinal de carga, 11 anos para as de longitudinal de passageiros e misto, e 18 anos para as de travessia.

COMMENTS