Sindipesa faz alerta sobre pontes e viadutos do Brasil

Sindicato das empresas que realizam o transporte de cargas pesadas e excepcionais realizou estudo sobre a situação de passagens e estruturas viárias

Porto Chibatão (AM) investe em ampliação de píer e pátios de armazenamento
Brasil e Noruega firmam cooperação sobre transporte marítimo
BNDES liberou 8% a mais de verbas para logística de transporte em 2015

O SINDIPESA (Sindicado Nacional das Empresas de Transporte e Movimentação de Cargas Pesadas e Excepcionais) enviou na última terça-feira (15) um ofício ao gabinete da presidente da República Dilma Rousseff e aos ministérios do Transporte e do Desenvolvimento, para alertar o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) sobre a situação de diversas pontes e viadutos ao longo das principais rodovias do País.

De acordo com o sindicato, a restrição a circulação de veículos com PBT (Peso Bruto Total) acima de 45 toneladas em determinadas obras de arte podem ter impacto negativo no desenvolvimento das obras do PAC e das demais atividades produtivas do País.

O transporte por estas pontes de viadutos se faz necessário porque ligam as indústrias produtoras (em sua maioria localizadas na região Sudeste) e os canteiros de obras onde estão sendo construídas Hidrelétricas, Termoelétricas, Refinarias, Usinas Eólicas, Estádios de Futebol, Instalações Aeroportuárias, Obras ligadas a infraestrutura pesada (transporte de vagões de trem e metrô), Indústrias Siderúrgicas, Metalúrgicas e Petrolíferas.

A entidade alerta para o fato de o DNIT aplicar a restrição de peso principalmente aos veículos que transportam cargas indivisíveis, como máquinas, peças e equipamentos, que dependem de prévia autorização do órgão.

Veja abaixo a relação de pontes e viadutos que se encontram nesta situação:

CORREDOR SÃO PAULO – RIO DE JANEIRO

  • Rodovia BR – 116 – Largura limitada em vários trechos ao máximo de 3,20m nos dois sentidos.

CORREDOR SÃO PAULO – PORTO VELHO

  • Rodovias BR – 381 – 354 – 262 – 050 – 153 – 364 – 070 – 174 – 364: PBT limitado ao máximo de 45 toneladas em várias obras de arte.

LIGAÇÃO CUIABÁ X SINOP

  • Rodovia BR 163: PBT limitado ao máximo de 45 toneladas em toda extensão;

LIGAÇÃO DIVISA BAHIA/MINAS GERAIS X DIVISA BAHIA/PERNAMBUCO

  • Rodovia BR 116: PBT limitado ao máximo de 45 toneladas em vários trechos;

LIGAÇÃO NITERÓI X DIVISA RIO/ESPÍRITO SANTO

  • Rodovia BR 101: PBT limitado ao máximo de 45 toneladas em vários trechos;

LIGAÇÃO CAETITÉ/BA X BRUMADO/BA

  • Rodovia BR 030: PBT limitado ao máximo de 45 toneladas em vários trechos

LIGAÇÃO PRATA-MG X DIVISA MG/GO

  • Rodovia BR 153: PBT limitado ao máximo de 45 toneladas em vários trechos;

IMPORTANTES LIGAÇÕES NO ESTADO DE MINAS GERAIS:

  • BR 050 do km 00 ao 133
  • BR 365 do km 715 ao 757,30
  • BR 262 do km 705 e 748
  • BR 452 nos km´s 139,90, 180,10, 202, 210, 0 ao 91,80
  • BR 251 para frente de Montes Claros-MG

IMPORTANTES LIGAÇÕES NO ESTADO DE MATO GROSSO

  • BR 364 do km 0 ao 6
  • BR 267 do km 162 ao 138

COMMENTS