Veloce Logística supera projeção de R$ 140 milhões em primeiro ano de operação

Operadora logística teve resultado 14% maior do que o esperado para o ano de 2010. Presidente da empresa comenta ações para manter ritmo de crescimento em 2011

MAN Latin America bate recorde de produção em 2010
Marcopolo fecha 2010 com crescimento de 42,3% na produção
Volvo tem prejuízo no 2.º trimestre

A operadora logística Veloce registrou em seu primeiro ano de operação um crescimento 14% acima da expectativa de R$ 140 milhões projetada para 2010. Criada em agosto de 2009, a empresa contabilizou 72 mil coletas em 18 milhões de quilômetros percorridos para operações no sistema Milk Run; 540 mil m³ de peças manuseadas e mais de 17 mil viagens internacionais.

Para sustentar o rápido crescimento, com quatro meses de existência a empresa migrou para um centro de operações em Diadema (SP) com uma área de 22 mil m², o dobro do espaço anterior. As bases operacionais também foram ampliadas, de 14 para 15, e o número de funcionários foi de 460 para 493, além de 260 prestadores de serviços em empresas parceiras.

A carteira de clientes da operadora logística inclui General Motors, Toyota Brasil e Argentina, Fiat, Renault, Volkswagen Brasil e Argentina, SanCor e Procter & Gamble.

O presidente da empresa, Paulo Roberto Guedes, afirma que a Veloce pretende manter o ritmo do crescimento em 2011. “Estamos preparados para crescer rapidamente, por meio de expansão orgânica, ampliação da oferta de serviços logísticos e desenvolvimento de novos negócios”, diz o empresário.

Da estratégia de crescimento da empresa fazem parte o investimento em estrutura e equipamentos, desenvolvimento de novas soluções logísticas e relacionamento de longo prazo com seus fornecedores. A operadora também implantou em seus negócios um Sistema de Gestão para a Sustentabilidade. “O objetivo é aperfeiçoar os instrumentos e as políticas corporativas e propiciar maior qualidade nos serviços prestados”, explica Paulo Guedes.

COMMENTS