Câmara estuda Projeto que torna obrigatório seguro de danos a terceiros para veículos de carga

De acordo com o autor da proposta, Júlio Delgado (PSB-MG), “O objetivo é garantir o pagamento de indenizações em casos de acidentes”

Manaus (AM) quer restringir circulação de caminhões
Caminhões estão proibidos de rodar em rodovias nos feriados de 2016
MAN apresenta caminhão número oito mil vendido no México

O Projeto de Lei que obriga proprietários de veículos transportadores rodoviários de carga a contratar seguro contra danos materiais provocados a terceiros vem sendo analisado pela Câmara. A proposta 7646/10, de autoria do deputado do PSB-MG, Júlio Delgado, define que o seguro deverá ter cobertura mínima equivalente ao valor de mercado do veículo de transporte.

“O objetivo é garantir o pagamento de indenizações em casos de acidentes. O seguro oferecerá tranquilidade à significativa parcela da sociedade que todos os anos tem seus veículos afetados por acidentes causados por veículos de transporte rodoviário”, afirma Delgado. Atualmente, a contratação desse tipo de seguro pelas grandes empresas de transporte é facultativa. Com isso, a proposta altera o Decreto-Lei 73/66, que trata do Sistema Nacional de Seguros Privados.

A matéria tramita juntamente com o Projeto de Lei 505/91, do ex-deputado e atual senador Paulo Paim, do PT-RS, que extingue o DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre). A proposta principal tramita com mais 26 projetos apensados.

Com informações da Agência Câmara

COMMENTS