Impostômetro deve chegar a R$ 1,1 trilhão em 22 de novembro, às 12h

Marca recorde será alcançada a 43 dias do fechamento do ano. Até 31 de dezembro, estima-se uma arrecadação total de R$ 1,27 trilhões

Brasil é o campeão da carga tributária na América Latina e Caribe
São Paulo arrecadou quase R$ 9 bilhões em ICMS no mês de julho
Para produtores, frete poderia custar US$ 60/t e não US$ 100

Pela primeira vez, o impostômetro, painel eletrônico que calcula em tempo real o valor arrecadado pelo governo em tributos, em todas as esferas arrecadatórias, chega à marca de R$ 1,1 trilhão. O recorde será alcançado a 43 dias do fechamento do ano, em 22 de novembro, às 12h.

“Essa arrecadação é um valor superior em comparação ao ano passado, que foi de R$ 1,09 trilhão no dia 31 de dezembro.  O valor superará todo o ano de 2009, sendo que 2010 nem chegou ao fim ainda”, observa João Eloi Olenike, presidente do IBPT – Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário.

Até 31 de dezembro, a previsão de arrecadação total será de R$ 1,27 trilhões, quase R$ 180 bilhões a mais em relação ao ano passado.

O Impostômetro está disponível na sede da ACSP (Associação Comercial de São Paulo) e também no site do painel.

COMMENTS