DNIT homologa 11 lotes da licitação para a instalação de equipamentos de controle de velocidade

A partir de março de 2011, 2.696 equipamentos serão instalados em rodovias federais de todo o País. Estima-se uma redução de cerca de 70% dos acidentes em áreas urbanas e rurais

Iveco fornece 260 caminhões da linha Daily para a Sabesp
GCM de São Paulo multa caminhões em mais de R$ 1 milhão por crime ambiental
Volvo lança série especial do caminhão VM Athor

O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) homologou nesta semana o resultado de 11 dos 12 lotes da licitação nº 471/09, que prevê a instalação e operação de equipamentos de controle de velocidade nas rodovias federais de todo o Brasil. Ao todo, serão instalados 2.696 equipamentos, que vão monitorar 5.392 faixas de trânsito pelo prazo de cinco anos. Com isso, estima-se uma redução de cerca de 70% dos acidentes em áreas urbanas e rurais.

Os primeiros equipamentos serão instalados a partir de março de 2011. “O cronograma de instalação dos equipamentos vai acompanhar o volume de recursos destinados a esses contratos no orçamento ano a ano”, afirma o coordenador de operações rodoviárias do DNIT, Luiz Cláudio Varejão.

Iniciado em outubro do ano passado, o processo licitatório foi concluído com a redução de 44% no preço do serviço a ser executado. No início, o DNIT estimou um investimento na ordem de R$ 1,4 bilhão, o que acabou chegando em R$ 804,7 milhões.

Serão instaladas em áreas urbanas das rodovias 1.130 barreiras eletrônicas (ou lombadas eletrônicas), 466 equipamentos para fiscalizar o avanço de sinal vermelho e a parada sobre faixa de pedestres. Já em trechos rurais serão colocados 1.100 radares fixos, do tipo discreto.



Com informações do DNIT


COMMENTS