Brasileiro deve pagar R$ 1.000,00 a mais de tributos em relação a 2009

Índice significa acréscimo de aproximadamente 0,7% na carga tributária deste ano. Nos primeiros nove meses de 2010, a Receita já recolheu R$ 573,6 bilhões em impostos e contribuições

Duzentas mil empresas e pessoas físicas já aderiram ao “Refis da Crise”
Impostômetro atingiu R$ 200 bilhões sete dias antes do que em 2009
No dia das crianças, eletrônicos apresentam maiores tributos

De acordo com o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário), até o final deste ano, o cidadão brasileiro pagará R$ 1.000,00 de tributos a mais em relação a 2009, quando a arrecadação “per capita” foi de R$ 5.723,42.

Gilberto Luiz do Amaral, coordenador de Estudos do IBPT, explica que o crescimento da arrecadação tributária brasileira nos nove primeiros meses deste ano foi muito forte, e já ultrapassa 16% em termos nominais e 12% em termos reais, sem contar com a inflação. “Isto sinaliza que teremos um aumento da carga tributária em 2010 em aproximadamente 0,7 ponto porcentual”, diz.

O recorde de arrecadação de tributos federais em comparação a 2009 se confirma com a divulgação pela Secretaria da Receita Federal, cujo valor no  mês de  setembro atingiu R$ 63,4 bilhões, o que significa um aumento de 18,39% em relação ao mesmo mês do ano passado.  Nos primeiros nove meses de 2010, a Receita já recolheu R$ 573,6 bilhões em impostos e contribuições, um aumento de 12,2% comparado a mesmo período de 2009.

COMMENTS