Porto de Paranaguá (PR) atinge recorde de caminhões no Pátio de Triagem

Mês de agosto teve aumento de 40% no número de veículos carregados com grãos no terminal marítimo no Estado do Paraná. Crescimento na exportação de milho é tido como principal fator do recorde no porto

Frete rodoviário cresce 10% no agro em 2020
Concessionária Metro-Shacman de Sorriso (MT) vende 20 caminhões para setor do agronegócio
Cenário insustentável para MT em 2020

O Porto de Paranaguá, no Paraná, atingiu recorde de recebimento de caminhões carregados com grãos no mês de agosto. Foram 36,4 mil veículos carregados com 1,2 milhão de toneladas de soja, milho e farelo para exportação. O aumento foi de 40% em relação ao mesmo mês de 2009.

O gerente da Empresa Paranaense de Classificação de Produtos (Claspar), César Elias Simão, explica que o principal fator que influiu no aumento significativo, foi o crescimento na exportação de milho. “Em julho, foram classificados 5.522 caminhões com o produto. Em agosto, este número subiu para 11.906. A classificação do milho transportado via trem cresceu de 590 vagões para mais de 4 mil, nos dois últimos meses”, detalhou.

O número de caminhões que passaram pelo pátio do Porto desde o início do ano já atinge a marca de 230.427, com 7,7 milhões de toneladas de grãos para exportação. A quantidade já supera o registrado em todo o ano de 2009.

Para o superintendente da APPA (Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina), Mario Lobo Filho, o aumento representa a recuperação mundial após o período de crise econômica que prejudicou o comércio internacional de commodities. “É resultado, ainda, da força da nossa agricultura e do reconhecimento do nosso porto como o maior exportador de grãos do país”, ressalta Lobo Filho.

O superintendente ainda esclareceu que o pátio de triagem do Porto é o portão de entrada dos grãos que serão exportados, que além de caminhões, também recebem vagões de trens carregados com a produção do interior do Estado. “O movimento neste espaço é o termômetro da agricultura brasileira, já que o Porto de Paranaguá é considerado um dos maiores complexos graneleiros do Brasil e do mundo”, conclui.

Com informações da APPA.

COMMENTS