TAM e LAN assinam memorando sobre união das companhias

A fusão resultaria em uma das maiores empresas de aviação do mundo, com a malha mais abrangente da América Latina para o transporte de cargas

Thomson Reuters adquire T.Global visando expandir atuação na América Latina
Concessionária da MAN realiza promoção até fim de janeiro
Falta de eficiência compromete aquisições no mercado logístico brasileiro

A empresa de aviação brasileira TAM Linhas Aéreas assinou com a chilena LAN Airlines um memorando de entendimento não-obrigatório (MoU) sobre a intenção de unir as holdings das duas companhias em uma única entidade controladora. A nova empresa, batizada de LATAN Airlines Group, possibilitaria um aumento na malha de voos de passageiro e cargas, além do aumento no valor das ações das companhias e maiores oportunidades para os funcionários do grupo.

Apesar das duas empresas continuarem atuando como marcas independentes, mantendo suas sedes em São Paulo (TAM) e Santiago (LAN), a LATAM terá um modelo de governança único. Este modelo gerenciará as decisões estratégicas relacionadas à coordenação e alinhamento das atividades das holdings dos dois grupos.

A união das companhias oferecerá aos clientes mais de 115 destinos em 23 países e terá a maior malha para o transporte de cargas da América Latina. A frota operada contará com mais de 220 aeronaves e 40 mil funcionários. A sinergia gerada pela LATAM deverá chegar a um faturamento de US$ 400 milhões anuais. Com a junção, o grupo de companhias aéreas estará entre os maiores do mundo em termos de tamanho, lucratividade e alcance de mercado.

A possibilidade de um vínculo definitivo entre as duas empresas ainda não é garantida. A criação do acordo depende da aprovação de órgãos reguladores e acionistas das companhias.

Por Marília Brandão – Redação Portal Transporte Brasil

COMMENTS