Transações do Procaminhoneiro terão fundo garantidor

Medida pode remediar os problemas de financiamento para transportadores autônomos, que já tiveram a boa notícia da Lei 12.294, que estabeleceu novas regras para a remuneração e comprovação de renda dos caminhoneiros

Consórcio Iveco lança promoção “Europa do seu jeito”
Volvo desiste de lançar nova marca de caminhões no Brasil
Transportadores autônomos poderão ter isenção de IPI na compra de caminhões

Como consta na circular 28/2010 do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento), a partir de 27 de agosto, quaisquer transações do Procaminhoneiro serão feitas somente após concessão do FGI (Fundo Garantidor de Investimento).  A garantia pode chegar até a 80% do valor do bem. Até 31 de dezembro de 2010, o Procaminhoneiro terá juros de 4,5% ao ano.

O FGI possui parceria com 11 bancos comerciais e lastro de R$ 750 milhões. A cada operação do Procaminhoneiro, o banco encarregado contribuirá com 0,5% do valor que visa garantir. Já o beneficiado, caminhoneiro ou microempresário, deverá pagar tarifa para usufruir do serviço, que é calculada da seguinte forma: 0,10% vezes o número de meses da operação, vezes o valor garantido.

Em simulação de aquisição, o Departamento de Política e Gestão de Instrumento de Garantia do BNDES pagou a tarifa referente à compra de um caminhão de R$ 200 mil, que seria quitado em um prazo de 60 meses. De acordo com o banco, neste caso, o comprador fica com um encargo de R$ 9.600, que é ajuntado ao valor total do financiamento e liquidado durante os 60 meses. O agente financeiro poderá se recusar a utilizar o FGI somente em casos graves de restrição cadastral ou inadimplência do comprador do veículo.

Apesar das facilidades, os financiamentos estarão sujeitos à análise de crédito ao cliente. “O fundo tende a aumentar as possibilidades de crédito, pois provoca uma melhoria na percepção do risco de crédito pelo agente”, afirma o chefe do Departamento de Política e Gestão de Instrumento de Garantia do BNDES, Marcelo Porteiro Cardoso.

Saiba como utilizar o Procaminhoneiro

Por: Victor José – Redação Portal Transporta Brasil

COMMENTS